Review - anime

Impressões do 1º episódio de Tower Of God

Olá! Tudo ótimo? Tudo bem?

Cara, eu to quase virando Testemunha de Jeová de Tower of God. Vou fazer disso aqui uma religião. 

tog

Todo mundo que me conhece ou se pelo menos acompanha meus posts aqui, sabe que sou muito fã de ToG. Acabei de assistir o primeiro episódio do anime e decidi escrever sobre as primeiras impressões que tive dele. Isso nunca aconteceu comigo. Eu nunca tive vontade alguma de fazer isso com nenhuma obra, mas farei com Tower of God porque me sinto na obrigação de guiar os futuros fãs dessa lenda. 

Estejam avisados que farei uma mini análise do primeiro episódio do anime e irei compará-lo simultaneamente com os capítulos do manhwa que foram “adaptados”.

Saibam que eu sou exigente sim e que não vejo problema em ser.

.

Separarei esse post em 3 seções:

  1. Impressões e direção geral;
  2. Aparatos técnicos (composição e direção de som, animação/storyboard, character design);
  3. Seiyuus.

images

IMPRESSÕES E DIREÇÃO GERAL:

 

Qual foi a primeira impressão que tive do episódio?

Rápido demais.

Takashi, respira e vamos com calma! Tower of God não é um filme pra você rushar tudo de vez! Cara, eu sabia que isso ia acontecer. Eu sabiiiaaaa! Colocaram um diretor que não tem muita experiência, mas o problema não é só esse… não é que ele não tem muita experiência, é que ele não tem muita experiência COMO DIRETOR. Ele trabalhou muito mais com storyboard e key animation, além da direção de alguns episódios de animes. Porém, entendam que dirigir episódios avulsos de animes é diferente de dirigir um fucking anime inteiro.

Hoje eu vou pedir pra Deus iluminar a alma desse homem, porque tem que dar tudo certo! Afinal, ele tá dirigindo Tower of God! TEM QUE SER O PRIMEIRO PROJETO DE SUCESSO DELE! NÃO OUSE ESTRAGAR ESSA OBRA-PRIMA!

Não é errado mudar o ritmo de uma obra, mas pelas caridades… vamos com calma!

Particularmente, achei o primeiro episódio bom. Creio que a sensação de terem rushado o episódio não teve tanta influencia em quem não leu o manhwa, mas acho melhor o diretor ter mais cautela. Como fã pirada de ToG e que já releu o manhwa, digo com firmeza: o diretor mudou significantemente o ritmo da obra. Entretanto, não sei se essa mudança de ritmo será boa ou ruim no futuro. Afinal, este é apenas o primeiro episódio e talvez eu esteja sendo muito exigente, porém sinto que não estou, pois Tower of God é meu manhwa favorito da vida. Do mundo. Do universo.  

Enfim, provavelmente o diretor tenha mudado o ritmo da história por dois motivos:

  1. A primeira temporada de ToG é um pouco lenta; 
  2. ToG tem informação demais. 

Tower of God tem muita informação desde o primeiro capítulo. Confesso que a obra em si parece um compilado de documentos, tem tanto detalhe que chega ser esmagador. Mais pra frente vou falar um pouco sobre isso, mas não muito aprofundado já que quero evitar que “detalhes” virem spoilers.

O início do episódio foi bem semelhante ao manhwa, com exceção da cena do Baam com a enguia de aço branca. Achei um pouco apressado a aparição da Yuri, creio que deveria existir pelo menos uma cena introduzindo a personagem, do que ela simplesmente sair voando na cara do Baam. E foi exatamente isso que o SIU fez no manhwa. Lógico que estamos falando de um anime, então quanto menos enrolação melhor. Entretanto, eu achava necessário explicar que ela é uma ranker e/ou mostrar que ela desceu da torre excepcionalmente para ver ele. Isso é um fato importante, já que até hoje não sabe-se PORQUE ela fez isso e COMO ela sabia da existência dele. 

t1

Fora isso, os diálogos da Yuri com seu guia são repletos de informações valiosas que introduzem a existências de outros personagens (Phantaminum e Ureki Mazino, por exemplo). Esse comentário foi colocado aí estrategicamente, uma vez que quando esse personagem aparecer não vai ser algo “inédito” por assim dizer. Mas a direção pode consertar isso citando eles mais a diante.

t3

t2

Outra cena que me marcou no manhwa, mas que no anime achei que tiraram o feeling… foi a parte que a enguia de aço branca engole o Baam! GENTE, AQUILO FOI RÁPIDO DEMAIS! No manhwa, a galera ficou apreensiva pra caralho. Não foi simplesmente pisar os pés lá e ser engolido, foi uma batalha mental contra a droga do medo de ser engolido por um monstro!! O Baam tava tremendo e com medo, enquanto observava a enguia se aproximar lentamente. Quase tive um troço nessa parte. Por respeito aos meus sentimentos, eu vou colocar essa cena todinha aqui.

MANHWA

clipboard0-vert vdd (Nessa parte eu tava tipo: CORRE PORRAAAAAAAA)

ANIME

clipboard17-vert

~ e foi engolido ~

Apesar do traço de SIU ter sido ruim nessa época (vamos ter bom senso por favor, foi um dos primeiros capítulos de uma história que viria a durar 10 anos), eu achei essa cena foda demais. Foi loucura pura, por isso achei que deveriam ter gastado mais segundos nela do que revivendo as memórias do Baam em relação à Rachel. Essa parte da enguia era crucial, porque além de ser a primeira vez que fomos apresentados ao personagem, é o primeiro momento que nos faz sentir empatia por ele. Não sei vocês, mas quando li o manhwa eu pensei: “pqp, ele tá com medo e tremendo pra caralho, mas tá parado mesmo assim… o moleque é fraco, mas tem coragem”. Quem viu só o anime deve ter pensado que ele era suicida… ou pensado que aquilo foi pura sorte, dando mérito zero pra coragem dele.  

Existe outra cena que esqueceram de colocar E EU JURO POR DEUS QUE NÃO SEI SE FOI PROPOSITAL OU NÃO. Estou falando da última cena daquele coelho maldito:

clipboard5-vert

(Será que excluíram mesmo essa cena ou vão colocar no próximo episódio?)

Gravem essa cena na cabeça de vocês, porque daqui trocentos capítulos ela será importante. Eu já disse isso aqui em um post, mas Tower of God é insano… é basicamente um universo de aventura e fantasia em que todos os detalhes são utilizados. Todos. Desde o início. O autor consegue interligar quase 500 fucking capítulos sem perder nada, a gente que é otário e acaba esquecendo das coisas.

Um ponto interessante foi que a mudança do screenplay no final ficou boa, achei que interligaram bem as cenas com os personagens. Entretanto, o diretor deveria saber que o Baam nunca apontaria uma espada pro Khun. Ele nunca fez isso em nenhuma parte do manhwa, nem no começo e nem no fim (capítulo atual). Outra coisa que achei importante salientar é que colocaram mais falas/ação e menos pensamentos pra provavelmente rushar o episódio. Ok que ficou dinâmico, mas senti que durante o episódio (com exceção da introdução) não deu pra respirar em momento algum e o screenplay poderia ter sido muito melhor. E pra piorar, esqueceram de trabalhar no anime uma característica foda de ToG: julgamento e autoconsciência. Apesar de tudo, essas características mescladas com sinestesia para descrever situações, é coisa de Tower of God.   

clipboard7-vert

No mais, apesar do episódio “corrido”, acho que conseguiram captar a essência do manhwa e interessar quem ainda não conhece a obra. Contudo, eu acho que o diretor precisa ter calma. Ele precisa respirar, porque se continuar assim vai ser complicado.

Eu estou muito, mas muito feliz por ToG ter virado anime e espero de coração que se torne ainda mais conhecido daqui pra frente. Essa obra é simplesmente fantástica. LEIAM O MANHWA.

images

APARATOS TÉCNICOS:

 

  • Composição e direção de som:

FUI NO CÉU E VOLTEI.

Nos primeiros 1:56 minutos do anime eu já estava em um nível de êxtase absurdo, quem vê pensaria que eu era uma dependente química… só de ouvir essa introdução narrada pela voz de Saori Hayami e Houchuu Ootsuka meu coração nem existia mais.

.

“ WHAT DO YOU DESIRE?

Money and wealth? Honor and pride?
Authority and power? Revenge?
Or something that transcends them all?
Whatever you desire…
— it’s here ”

.

Pqp, eu estava completamente vendida!! Não deu nem tempo pra me recuperar direito e colocam uma abertura foda dessas com música de Stray Kids… infartei com sucesso.

A trilha sonora do primeiro episódio estava tão boa, mas tão boa que não seria exagero demais dizer que estava épica. O que dizer dessa combinação perfeita de Kevin Penkin (compositor) e Takayuki Yamaguchi (diretor de som)? Na verdade, não sou muito fãs dos animes que o Yamaguchi trabalhou, apesar de que gostei da direção de som da maioria, como é o caso de Nejimaki Seirei Senki: Tenkyou no Alderamin. Além disso, eu já estava com altas expectativas quando me disseram que Kevin Penkin estava na staff. Depois de participar da produção de obras como Made in Abyss e Tate no Yuusha no Nariagari, esse compositor chamou muito minha atenção. Contudo, achei Tate no Yuusha no Nariagari estranho (tradução: decepção), uma vez que o diretor de som não usou corretamente as composições do Penkin, seu timing era horrível… coisa que não acorreu nesse primeiro episódio de ToG. Vimos claramente uma sociedade entre compositor e diretor de som. Enfim, isso é uma coisa maravilhosa porque parece que as composições do Penkin têm alma! São músicas que não competem com a animação, mas que realçam o sentimento que as cenas querem passar. Foda demais.

Edit (02/05/2020): Incrível… é só elogiar o diretor de som que ele já começa fazer merda. Não estou gostando da direção do Yamaguchi. Tá péssima. Não tá sabendo encaixar a trilha sonora direito, tá me dando agonia já. 

Algumas pessoas reclamaram da OP, eu particularmente achei estilosa e não me importei com o jeito que colocaram o nome da staff durante a animação. Alguns acham que isso pode ser devido ao orçamento do anime, mas ainda continuo achando ela super cool. Na real, deu a impressão que estava vendo a intro de um filme, isso é a cara da Telecom Animation Film. Única exceção é a Ending, que praticamente não existe, são só os créditos passando com uma música. Quanto às músicas: melhor impossível! Tower of God é sul-coreano, minha gente! Não é japonês! Tinha que ter k-pop sim, representa mais essa nação SIU! Tu merece o mundo!

.

  • Animação/Storyboard

Infelizmente, não tem como comentar muito sobre o storyboard no primeiro episódio. Costumo dizer que o storyboard de um anime é colocado à prova em uma luta, coisa que acontecerá mais pra frente. De certa forma, é uma maneira eficaz de testar a qualidade de um estúdio. Contudo, eu sabia que não seria uma decepção e minha intuição foi expressa com sucesso quando vi os movimentos magníficos daquela enguia de aço branca.

99b983892094b5c6d2fc3736e15da7d1_1.gif

Nada novo sob o sol com Takashi Hashimoto na staff. Estamos falando do cara que foi diretor de animação e key animation de obras como Kekkai Sensen, Ansatsu Kyoushitsu, Ayakashi: Japanese Classic Horror, Mononoke, Fate/stay night e etc. Esse cara teve até a façanha de trabalhar com o Miyazaki em Gake no Ue no Ponyo. Enfim, estou com altas expectativas nesse diretor de animação. 

 

  • Character design

Achei legal que mantiveram o traço original do autor, mas pelo amor de Deus… não vamos viver de passado. Tower of God já tem 10 anos de publicação, então é normal os artistas evoluírem o traço com o tempo. Por isso, ao meu ver, não faz sentido colocarem o pior traço do autor em um anime. Não estou falando que o character design está ruim, mas acredito que poderia ser melhor. Acho que devem dar mais atenção pro character design do Khun, porque Senhor… foi o único ali que achei estranho e rústico (a cá: feio). Eu amo pra caralho esse personagem, por isso clamo por justiça!

SIU tinha um traço bem precário no início da obra, mas foi melhorando ao decorrer dos anos até chegar ao ponto de possuir uma arte quase que perfeita. 

Comparação abaixo:

BAAM (Evolução do traço no Manhwa)

cats-horz

BAAM (Anime)

b

KHUN / KOON (Evolução do traço no Manhwa)

koon-horz

KHUN / KOON (Anime)

k

Nosso líder RAK sempre foi bem desenhado, então néh… ❤cats

O responsável pelo character design é Masashi Kudou. Kudou, eu acredito em você! A única coisa que presta em Bleach, além dos primeiros arcos, é seu character design. Segura na mão de Deus e vai, porque se tu carregou Bleach nas costas, ToG é uma pluma.  

images

SEIYUUS

 

Como tá o coração de vocês? Porque o meu já tá tipo…

tumblr_libk1gvbmj1qgfevpo1_500
Gente, que equipe fantástica é essa?? 

seiyuus

Eu já estava empolgada com o anúncio dos seiyuus, porque todos eram muito bons. Entretanto, ser bom não significa que encaixa com o perfil do personagem. Por exemplo, vocês imaginam o Hak sendo dublado por Mamoru Miyano? Não nessa vida. Então hoje quando fui ver o episódio, fiquei tipo: “MEU DEUS”.  As vozes encaixaram perfeitamente nos personagens!! Principalmente a do Hak e do Khun, PORRA VEI EU EMOCIONEI QUANDO OUVI A VOZ DO MEU FILHO KHUN E DO NOSSO LÍDER HAK! GENTE, EU SOU TÃO FANGIRL QUE EU QUASE CHOREI KKKKK

FOI TIPO VER O ALL MIGHT E O BAKUGOU DE MÃOS DADAS EM UMA AVENTURA! 

Pra quem não pegou a referência: Kenta Miyake (seiyuu do Hak) é dublador do All Might e Nobuhiko Okamoto (seiyuu do Bakugou) é dublador do Bakugou.

 

  • Um comentário extra:

No anime trocaram o nome de Baam (coreano) para Yoru (japonês). Ambos nomes significam noite. Entretanto, no anime chamam ele de Yoru, mas na legenda está escrito “Bam”. Eu não gostei. Não é questão de significado, mas de respeito. Primeiro, porque acho que devem respeitar a preferência do autor seguindo com o idioma original dos nomes que ele deu na obra. Segundo, porque é horrível não associar o áudio com o que está escrito na legenda. Parece que to escutando nomes de personagens que não existem. A Crunchyroll deu uma nota sobre isso aqui, mas só falou, falou e falou… sei que existem várias línguas envolvidas, mas não justifica trocar o nome de um personagem desse jeito. Muitas pessoas se sentiram traídas ao redor do mundo e eu também. E sim, nome importa. Ele carrega a identidade de um personagem. Experimenta trocar seu nome pra um idioma diferente só porque o significado é o mesmo e me diz aí se é agradável.   

Detalhe: Em coreano, Baam pode ser escrito como Bam também. 

images

Bom, terminei finalmente esse post imenso! Não acredito que comecei escrever hoje e vou postar hoje mesmo, to nem aí se o horário não é propício. Espero que tenham gostado do post. Talvez eu tenha sido muito crítica com relação ao primeiro episódio, deve ser porque sou muito fã do manhwa e respeito pra caralho o autor.  

Na minha humilde opinião, o anime de Tower of God tem tudo pra dar certo. Com exceção da merda que fizeram com a troca de nomes, eu só tenho uma preocupação: a direção. Rogo para que esse diretor pare de rushar as coisas E RESPIRE. Vamos com calma que tudo se ajeita, temos um diamante em mãos, só falta lapidar. 

Aliás, o que vocês acharam do primeiro episódio? Conta aí nos comentários! Eu to muito ansiosa para os próximo! 

EDIT (02/04/2020):

Em seu capítulo mais recente, nº 56 (Season 3), o autor fez várias ilustrações no final do capítulo para comemorar a estréia do anime. Como não amar esse manhwaga e essa história? 

Sentido de leitura: esquerda para direita.

Ilustração 1:

1-horz-vert

Ilustração 2:

10

Ilustração 3:

9 Tradução por ToG Brasil / Furio Scans 

.

.

ABENÇOA ESSE ANIME, DEUS! NÃO DEIXA ESTRAGAREM! 

reza

 

– See you space cowboy

13 comentários em “Impressões do 1º episódio de Tower Of God”

  1. Quando eu soube que ToG ia ter anime eu quase tive um infarto, e quando eu assisti então… meu Deus, eu achei o primeiro episódio bom é espero que os próximos também sejam

    Curtir

    1. Eu surtei demaisss!!! Você não tem noção! Sou muito, mas muito fã de ToG e quando soube que ia ter anime: pirei. Estou pensando em fazer uma análise final do anime, estou escrevendo sobre cada episódio, mas sinto que estou sendo muito crítica… kkkkk

      Curtir

    1. Eu também gostei do primeiro episódio, só espero que o diretor pare de rushar as coisas. Amei demais os dubladores, encaixaram perfeitamente no perfil dos personagens! E a trilha sonora? MDS ❤

      Curtir

  2. Caramba também achei bem rápido, já achei meio meh que colocaram praticamente um dos trailers inteiros no começo antes da abertura, já perde bastante tempo de tela né, quando eu vi isso pensei logo “huuuuum ta com cara que vão rushar isso” dito e feito!

    Pelo menos por enquanto ainda achei de boas, tipo, eu lembro que partes tiraram, e ok ainda não prejudicou a compreensão de nada, mas se for uma tendencia, pode acabar acontecendo o mesmo que aconteceu com TPN :/ para quem leu o mangá ficou meio incômodo, mas para quem só viu o anime foi de boas, espero que se rusharem pelo menos façam de uma maneira assim. De certa forma até acho compreensivel, tem muita informação que pode ser agrupada e condensada com outras mais lá na frente.

    Vamos torcer para que eles acertem nisso.

    Como você disse, também senti falta de mais emoção na parte da enguia e naquele finalzinho do coelho POHA COMO É QUE ELES ME TIRAM JUSTAMENTE AQUILO?????? Quer cliffhanger melhor que aquele para um final de episódio? ERA O MELHOR DESSE COMEÇO! Aff na parte da enguia lá achei que seria muiiiiitoooo mais útil eles terem colocado pelo menos um pouco do diálogo interno do Baam ao invés das cenas com a Rachel ‘-‘ como se ele não fosse passar um tempão da história pensando nela ‘-‘ podiam ter colocado aquilo em outro episódio ou no comecinho sei lá. MAAAAAAAS talvez seja só coisa de quem sabe que tinha outro caminho a seguir ausdhuhdsa

    Sah eu definitivamente não vou ler até acabar o anime, para que a gente seja capaz de comprar nossas opiniões de quem leu e não leu, pois como eu esperava, ter lido o comecinho me faz ver o anime de outra maneira, então eu vou tentar ter a experiência inedíta ao assistir, pena que já li 30 caps, até que parte você acha que vão adaptar?

    Curtido por 1 pessoa

    1. “Seria muiiiiitoooo mais útil eles terem colocado pelo menos um pouco do diálogo interno do Baam ao invés das cenas com a Rachel ‘-‘ como se ele não fosse passar um tempão da história pensando nela” SIM VEI, COM TODA CERTEZA!! Aquela cena da enguia no manhwa foi tipo que MUITO FODA e eu tava com expectativa alta de adaptarem bem essa parte! Fui complementa iludida!

      Eu também espero que esse ritmo seja uma “tendência”, mas que não se estenda pelo anime inteiro, porque senão vai ficar uma droga. Eu gostei muito do primeiro episódio, só essa questão do ritmo que me incomodou.

      Ainda não divulgaram quantos episódios o anime terá, porém disseram que seria um longa, então bora rezar pra ter logo uns 100 kkkkkk (pessoa ambiciosa aqui). Mih, se você conseguir assistir o anime sem ir pro manhwa eu te dou meus parabéns, porque meu Deus… a história é viciante demais. Será legal comparar nossos pontos de vistas, vai ser bem construtivo.

      Curtido por 1 pessoa

      1. Eu aguento ahsdhsau vamos fazer assim e ir conversando, quem sabe não surge um review que você e o Matheus não julguem inútil ahudhsduhsa

        Curtido por 1 pessoa

          1. Pense em nós como se fossemos kageyama e hinata somos amigos mas rola umas alfinetadas ahusdhasu ainda mais agora q a gnt se aceitou como opostos kkkk

            Curtido por 1 pessoa

Comenta aí, meu povo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s