Indicação - anime

HISONE TO MASOTAN – a coisa tá feia então a Força Aérea está empregando dragões

Eaê povo, tudo em riba?

Milagre, a Xícara voltou depois de meio ano com uma recomendação decente. Mas também depende do que vocês chamam de “decente”. Vou ser breve porque quero sumir logo de novo.

Apesar do caos em que o mundo se encontra, eu até que tenho assistido bastante anime esse ano (milagre x2), mas até agora não tinha pensado em recomendar nada. Daí vem a grande pergunta: o que me fez achar que esse anime em especial merecia ser recomendado??

A resposta é: porque parece que pouca gente conhece ele. Mais do que procurar as novas obras-primas do século XXI, estou fazendo um esforço aqui para tentar divulgar uma coisa que poucos assistiriam. Se vai valer a pena ou não, você decide.

Dito isso, o anime da vez é Hisone to Masotan (apelidado Hisomaso).

Informações técnicas:

  • Outros títulos: Hisone to Maso-tan, Hisone & Masotan, Pilotos de Dragão: Hisone e Masotan, ひそねとまそたん
  • Episódios: 12 (completo)
  • Transmissão: abril a junho de 2018 (Primavera 2018)
  • Estúdio: Bones
  • Gêneros: slice-of-life (talvez), fantasia, comédia, drama, militar
  • Onde assistir: Netflix (oficial)

Sinopse:

Hisone Amakasu, pessoa desengonçada e extremamente honesta (às vezes a ponto de falar coisas que não devia), surpreendentemente decide entrar para a Força Aérea de Autodefesa do Japão, base de Gifu. Lá, enquanto ainda está meio perdida em busca do seu destino, o destino vem até ela: um dragão mantido pela base a engole, o que significa que ele escolheu Hisone como sua nova piloto. Apelidando o bicho de Masotan, agora ela tem que se acostumar com seu novo posto e suas novas obrigações como piloto de dragão, incluindo conhecer as outras pilotos, aprender a trabalhar em equipe e manobrar um dragão sem ser digerida.


Sendo honesta, esse é mais um daqueles animes que, só olhando o pôster, eu achei muito podre e não tive vontade nenhuma de assistir (oi Uchuu Kyoudai). Acabei vendo por conta de uma força externa, e tenho que admitir que quebrei a cara (obrigada, força externa).

De novo: ele não é nenhuma obra-prima, mas eu tô cansada de só recomendar coisas que eu amo de paixão e ficar aqui babando pela coisa que nem uma louca. Vou ser objetiva e falar um pouco sobre essa série em tópicos (sim, adoro tópicos):

1. Esse anime é doido

Só pela sinopse você já deve ter percebido que ele não bate bem. A força aérea do Japão mantém dragões (os chamados “OTFs”) disfarçados de aeronaves. Eles engolem o piloto, que os controla de dentro do estômago. Mais tarde você fica sabendo de uns rituais estranhos que envolvem os dragões e dietas compostas de celulares velhos, tudo culminando num grande “WFT??” (obs.: acompanhado de uma grande risada). No final você não sabe nem como a história chegou nesse ponto.

Procurando na internet outras opiniões sobre Hisomaso, vejo muita gente falando que ele “não explica as coisas direito” e “não sabe aonde quer chegar”, além de ter um “ritmo esquisito”. Realmente, se você quer uma explicação racional para o jeito como as coisas são feitas, provavelmente vai ficar desapontado (cara, os dragões engolem o piloto e depois vomitam; você quer que alguém explique isso logicamente??). Quanto ao rumo do anime, ouso dizer que ele sabe sim pra onde vai; só não fique achando que vai ser uma jornada épica rumo à dragolândia onde vai ter um cristal mágico que vai proteger a Terra com o poder da purpurina, ou uma espada lendária que vai salvar o universo das Forças das Trevas segundo uma antiga profecia. Não é esse o foco aqui. É uma fantasia até que bem realista, dadas as proporções.

2. Sim, ele parece um slice-of-life, mas não é um moe aleatório

Olhando a capa e vendo várias personagens femininas num estilo fofinho, muita gente deve achar que é um daqueles animes de garotas fofinhas fazendo coisas fofinhas, com um pouco de comédia pastelão e uma história que não tem começo nem fim (pra falar a verdade eu não vejo esse tipo de anime, então não sei como ele é; perdão se eu estiver falando algum tipo de blasfêmia). Posso dizer que ele é engraçado, tem um quê de slice-of-life e às vezes (muitas vezes) é bem caótico, mas ele tem sim uma história a contar (por mais pirada que seja).

Hisone mostrando que gosta muito do Masotan. Top 10 imagens que você consegue ouvir.

Eu acho o desenho realmente muito fofinho, mas combina muito bem com o tom mais positivo da história. Não consigo pensar em nenhum outro jeito de desenhar os mesmos personagens. Aliás, a dublagem é ótima e a trilha sonora também é legal (dizem que a dublagem brasileira também é boa, mas não fui ver).

Vi muita gente dizendo que via alguma semelhança entre Hisomaso e Como Treinar o Seu Dragão (ou que pelo menos achou que ia ser parecido no começo). Tive que parar um pouco pra lembrar que essas pessoas provavelmente estão falando dos filmes, porque eu tô mais acostumada com os livros de HTTYD (que eu acho bem mais sombrios) e não achei nada parecido. Enfim, mesmo levando em conta os filmes, a premissa pode ser semelhante, mas ainda assim as duas coisas são diferentes. Tem dragões e olhe lá.

3. Eu te desafio a não gostar da Hisone (e de todo mundo, na verdade)

Um anime pirado desses merece a protagonista pirada que é a Hisone. Ela é a alma dessa série.

Eu fiquei muito feliz de alguém ter feito gif dessa cena

Falando fora de hora, sendo atrapalhada e um desastre social, Hisone poderia ser uma protagonista ruim, mas ela é ótima. Você pode contar com ela pra entender tudo errado, apostar tudo numa ideia maluca, ficar completamente perdida, fazer as decisões mais inusitadas (e às vezes errar, mas às vezes acertar) e ainda continuar sendo autêntica e honesta, indo aos trancos e barrancos para dar o seu melhor pelo seu próprio bem e pelo dos outros. Eu poderia escrever mais sobre ela, mas esse gif que eu coloquei aí em cima me distrai demais, e eu só consigo ficar dando risada. Você vai ter que assistir pra entender.

Pra falar a verdade, todos os personagens são bem trabalhados. É incrível como outras resenhas por aí só escolhem 8 ou 80: algumas acham que os personagens são planos que nem uma folha de papel, outras que o crescimento pessoal e as relações humanas são o ponto principal do anime. Eu diria que são todos bem humanos: às vezes idiotas, às vezes complexos, sempre problemáticos, geralmente divertidos.

Pessoalmente, não achei ninguém tão plano assim. Desde as outras pilotos de dragão (sim, são todas mulheres), os outros mecânicos e oficiais da base, os superiores e até a velhinha do carrinho de yakult, todos tinham igual direito de estar ali. Aliás, acho até que todos têm que lidar com problemas extremamente realistas pra um anime com dragões, uma animação fofinha e um bando de militares pirados. Questões sociais e de gênero, tradições e deveres, amizade e sacrifícios, vontades e frustrações, o individual e o coletivo, a busca pelos próprios sonhos e por um lugar no mundo; alguns dos temas desse anime talvez sejam mais sérios do que parecem à primeira vista. Mas isso fica pra cada um decidir porque, afinal, o clima geral desse anime é leve.


Enfim, o que eu queria dizer sobre Hisomaso? É que vale a pena dar uma chance para ele. Mesmo que você olhe o pôster e fale “hmmm mas nem ferrando que eu vou assistir isso” (não julgo; eu fiz a mesma coisa), eu juro que não custa tentar. Esse anime é várias coisas: é maluco, estranho, engraçado, relaxante, bobo e até profundo às vezes, mas ele definitivamente não é ruim.

E depois, ele tem essa ending maravilhosa que na verdade é uma música francesa cantada com sotaque japonês. Os animes não têm limite.

Era isso o que eu queria dizer. A Hisone é ótima e o Masotan é fofinho. Tem inclusive no Netflix. Assistam se puderem, é bom pra relaxar no fim do dia. A Xícara se despede aqui.

Tinha bastante gif de Hisomaso na internet, fiquei feliz.

~Xícara entra de volta no armário da cozinha e desaparece~

5 comentários em “HISONE TO MASOTAN – a coisa tá feia então a Força Aérea está empregando dragões”

  1. Parece ser bom! Realmente se fosse só pela capa eu nunca assistiria ( tenho uma certa ressalva à animes de garotas fofinhas) kkkkkkkkk. Vou colocar na minha lista, quem sabe ele cure a minha depressão pós anime!

    P.S.: Finalmente encontrei alguém que leu os livros maravilhosos da Cressida Cowell! rsrsrs

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Madu! Espero que goste! Eu também não dava nada pela capa, mas ele conseguiu ganhar meu respeito.

      (Sim, surpreendentemente eu li a série inteira; o que foi um milagre, porque o último volume meio que virou raridade. Mas já faz algum tempo, não sei se ainda conseguiria conversar sobre hashuahsuahuahs)

      Curtir

  2. Gente que coisa dois e fofinha ao mesmo tempo amei hasuduasdhusa e mencionou Uchuu Kyoudai já tem minha atenção!

    Precisamos fazer uma lista de animes pelos quais não dávamos nada e quebramos a cara, xícara, parece ser recorrente nas nossas vidas kkkkkkk

    Eu vou assistir esse pra ver se paro de me estressar com minha orientadora que não cumpre os prazos e me lasca todinha por isso ¬¬ tava precisando de algo assim ^^ obrigada 🙂

    PS: QUE ENDING MARAVILHOSA!!!!!!!!! agora a musiquinha não sai da minha cabeça aff hasudhasudhsa

    Curtido por 1 pessoa

    1. Aaaaa espero que goste~
      (é, às vezes a gente precisa mesmo de um anime que não dê vontade de roer as unhas a cada episódio kkkkkkkk forças aí)

      Não posso dizer que ele seja parecido com Uchuu Kyoudai, mas eu também me surpreendi; com certeza dá pra virar uma categoria haushaushuah

      (A MÚSICA DA ENDING TAMBÉM NÃO SAI DA MINHA CABEÇA FAZ DIAS KKKKKK SCRR)

      Curtir

Comenta aí, meu povo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s