Hanazakari no Kimitachi E – Não deixe de sonhar alto!

Hey, hey! Venho aqui mais uma vez trazer uma recomendação maravilhosa pra vocês: Hanazakari no Kimitachi E! Também chamado carinhosamente pelos fãs como Hana-Kimi (afinal de contas, que nomezinho grande, ein?), essa história vem com uma proposta bem clichê, mas que de clichê não é tem nada.

 

Introduzindo a história:

capa

Gênero: Comédia, Drama, Gender Bender (Troca de sexo), Harem, Romance e Vida escolar.

Tudo começa quando a jovem desencorajada, Ashiya Mizuki, se depara com o atleta em ascensão, Sano Izumi, durante uma competição de salto em altura que estava passando na televisão. Encantada com o seu esforço e discurso de positividade, a garota decide se reerguer e enfrentar seus problemas de frente. Até que um dia, Mizuki decide deixar os EUA, país onde cresceu (apesar de ser japonesa), e entrar na escola de Sano para finalmente poder conhecer o seu ídolo. Só tem um problema: Ele estuda em uma escola só para garotos.

 

Não preciso nem continuar, que vocês já sabem onde isso vai dar, né? 

 

Pode soltar o som e deixar “Kiss kiss fall in love” tocar por mesmo, que esse é o bom e velho clichê da garota se passando por um garoto pra poder estudar em determinada escola. Não vou nem tentar citar outras obras que seguem por essa linha, porque a lista ficaria grande, mas imagino que vocês já devam conhecer.

exemplos

(Alguns exemplos só pra dizer que eu dei)

Mas é aí que a minha fraqueza é revelada. Por um motivo que nem eu mesma sei explicar, gosto muito desse tipo de história (por favor, não me julguem). O problema é que muitas vezes esse tema fica mal desenvolvido, coisa que não acontece com Hana-Kimi de jeito nenhum. Isso porque nos deparamos com uma premissa manjada, mas carregada de uma narrativa muito bem realizada.

Eu pensei até em começar esse post dizendo que essa é uma das minhas obras favoritas, mas como sinto que digo isso toda hora, tentei me conter. Mas quer saber? Não custa nada dizer (afinal, em teoria já não estamos mais no começo do post): Hana-Kimi é um dos meus mangás shoujos favoritos e digo isso sem medo. Por que? É pra isto que estou aqui escrevendo esse post oras. Então simbora!

 

Tudo começa com a protagonista Mizuki.

 

Totalmente impulsiva e incrivelmente adorável, a jovem se coloca numa situação completamente surreal do tipo “Deus me livre, ma quem me dera” após se matricular numa escola só pra garotos. (Nem me perguntem como uma escola comete uma gafe dessas e deixa isso acontecer, vamos chamar de “magia narrativa” haha)

Só que ela foi pra lá com um objetivo em mente: Conhecer e estar o mais próxima possível do seu amado ídolo, Sano!

E assim, a garota já vai metendo um “vamos ser amigos” sem nem pensar duas vezes.

manga1

E é claro que um garoto chegando assim sem mais nem menos poderia causar, no mínimo, um mal-entendido para quem vê de fora.

manga2

Só que isso é de menos perto do problema que Mizuki tem que enfrentar em seguida, porque antes mesmo que tivesse a chance de ver seu atleta em ação, a garota logo descobre algo terrível: Sano largou o salto em altura.

Depois de um tempo pra se recuperar do baque causado por esse primeiro dia de aula tão turbulento, a jovem decide que não tem tempo para hesitar e muito menos desistir. Assim, ela entra de cabeça mesmo pra poder fazer de tudo para que seu astro volte a fazer o que mais ama: saltar.

 

Na minha opinião, o sucesso desse mangá se dá por duas linhas: Personagens MUITO bem construídos e desenvolvidos + Uma trama bem escrita.

Características básicas pra se fazer uma história, mas que muitas vezes não são realizadas com tanta excelência. Durante minha leitura, nunca senti que passou o sentimento de “nossa, tal parte podia ter sido assim”. A história rapidamente te prende, de forma que quando você menos espera, já tá terminado de ler os benditos cento e tantos capítulos (pode parecer muito, mas eu leria muito mais haha)

 

“Ué, não to vendo nada de diferentão nesse negócio… isso aqui é propaganda enganosa?”

Calma amigo, eu é que estou tendo dificuldades para mostrar a grandiosidade de Hana-Kimi, mas se tiver um pouco mais de paciência, eu consigo.

(ou pelo menos espero que sim *risos nervosos*)

 

Falei muito e não falei nada, afinal de contas, quem são esses personagens?

A Academia Ohsaka é composta por uma série de alunos totalmente diferentes entre si, mas igualmente simpáticos e excêntricos, cada um à sua forma. O mais interessante durante a leitura é ver como Mizuki (por incrível que pareça) consegue se misturar bem nesse ambiente extremamente oposto ao que se espera na vida colegial de uma garota normal. Se bem que nessa história, gente normal é exceção haha

382252

Desde os secundários que aparecem volta e meia aqui e ali, até os mais recorrentes, é possível perceber como cada personagem possui uma personalidade bem definida, que é essencial pra não desgastar a dinâmica do mangá.

Por quê? Pelo simples fato de que, se os integrantes da escola não fossem, de fato, relevantes, eu chuto que uma história dessas não passaria mais do que 20 capítulos (e isso porque estou sendo generosa), sem se tornar a coisa mais cansativa do universo.

Hanazakari.no.Kimitachi.e.full.948258

O legal de Hana-Kimi é justamente a variedade de personagens e a forma como podemos claramente sentir que eles estão vivendo suas vidas colegiais ao máximo, como qualquer outro adolescente (mesmo com a situação meio fantasiosa da Mizuki de se passar por um garoto).

 

E o mais legal: Os personagens não são idiotas! (em parte).

Acham mesmo ninguém estranharia a presença peculiar da Mizuki? Pois essas questões são levantadas devido a pequenos detalhes, como o modo de agir, falar e pensar dela, e não apenas em cenas genéricas como uma troca de roupa ou uma blusa se molhando (mas que, claro, também acontecem haha). Por mais que a maioria  dos personagens acabem sendo enganados pela jovem, o enredo não facilita a trama com a ideia simples de que “Nossa, ela parece mesmo um garoto, eu nunca suspeitaria de nada!”.

A última coisa, mas não menos importante sobre os personagens, é que eles são uns amores! (além de muito engraçados). É impossível não ser cativado por esses nenéns no decorrer da leitura.

 

E já podem ir se preparando pra lidar com o Sensei mais incrível, imprevisível e aleatório possível!

hokuto

Umeda Hokuto não é um personagem para pessoas fracas em vários sentidos. Logo de cara ele chega quebrando tabus, mas de uma forma totalmente natural e que, ao meu ver, ficou simplesmente fantástica. Para evitar spoilers e deixar vocês aproveitarem ao máximo a experiência de leitura, não entrarei em detalhes, mas saibam que esse professor é muito badass e doido da cabeça, sendo quase impossível não gostar dele (fora que o relacionamento dele com a Mizuki é muito fofo também~).

 

Também não posso deixar de ceder um espacinho para falar do bebê Nakatsu Shuichi, um rival super digno desse triângulo amoroso! (apesar de meio bobão e, muitas vezes, inconveniente)

nakatsu

(Nakatsu como anjinho lá no céu e nós, meros mortais, aqui na terra)

O jovem passa por vários conflitos pessoais, mas no fim decide seguir seu próprio caminho, sem levar em conta a opinião das pessoas. Mesmo com seus próprios problemas, o Nakatsu se mostra um amigo incrível, sempre pronto pra ajudar as pessoas que ama.

 

Eita que só falei dos personagens até agora… tarde demais, isso aqui vai virar textão

 

Então pra não entrarmos em rodeios, vamos logo pros pontos fortes da narrativa!

Hana-Kimi é uma obra muito puxada pra comédia, sendo que a autora consegue trazer esse humor a todo momento, mas sempre nos momentos certos. Sério, eu rachava de rir enquanto lia e, mesmo durante minha releitura, todas as cenas de comédia se mantiveram ótimas do mesmo jeitinho! (sim, eu li Hana-Kimi duas vezes e depois desse post, acho que vou ler pela terceira vez hahaha)

Porém, a história não vem só pra trazer uma comédia romântica vazia não. Tem o toque certo de seriedade e de drama.

manga3

No caso de Sano, temos a situação em que ele se encontra num abismo quanto a sua carreira de atleta. Apesar de ser considerado promissor, o jovem desenvolve uma espécie de “bloqueio” que o impede de saltar. No decorrer do mangá, podemos acompanhar todo o desenvolvimento desse personagem, feito de uma forma bem realista (na medida do possível) e interessante!

É muito legal observar como a Mizuki consegue se tornar um apoio pro Sano e ele pra ela, de forma que o romance dos dois vira algo super fofo e divertido de acompanhar.

sano

É basicamente aquela sensação de que um ajuda o outro e os dois caminham em direção a um futuro feliz, por assim dizer. Isso não se resume apenas ao casal, os personagens secundários também se mostram participantes dessa jornada, sendo que um é importante para o crescimento do outro.

Conflitos de relacionamentos e dúvidas referentes ao futuro, por exemplo, também são inseridos para direcionar a narrativa da trama, de forma que não temos a sensação de que a vida dos personagens se resume apenas a vida escolar deles. Ponto que é bem interessante de ser levantando em uma obra que se estrutura no tema de “vida colegial”.

 

Ufa, terminei! Ainda sim, sinto que não pude falar nem 90% dos pontos fortes de Hana-Kimi, mas tendo em vista que é uma indicação e não uma review, preciso me segurar pra não acabar contando a história em si.

Espero que eu tenha conseguido mostrar pelo menos um pouquinho do potencial que esse mangá tem, porque sério, eu GARANTO que não vão se decepcionar caso deem uma chance pra ele. E claro, não fiquem receosos com o traço antigo, podem ter certeza de que tem muitas obras incríveis esperando por vocês, mesmo com um desenho aparentemente mais “ultrapassado” ou, no mínimo, não muito atraente.

 

Informações técnicas:

  • Essa obra foi escrita e desenhada por Hisaya Nakajo.
  • O mangá foi publicado na revista shoujo Hana to Yume de 1997 até 2010.
  • Hanazakari no Kimitachi E possuí 23 volumes, num total de 144 capítulos, e uma pequena sequência intitulada “Hanazakari no Kimitachi E – After School”, de 2 volumes, contando com 11 capítulos.
  • A scan Toshi wa yume traduziu todos esses capítulos para o português, sendo assim, podem conferir a história principal por meio desse link AQUI e a continuação por esse AQUI. (Lembrando que essa scan tem um leitor online, para aqueles que não querem baixar os capítulos).

 

Curiosidades!

  • Hana-Kimi possui alguns Dramas CD, lançados durante sua publicação.
  • A série também tem um jogo mobile estilo date-sim (todo em japonês), intitulado “Hanazakari no Kimitachi e ~Boys love you~”.
  • Também é possível encontrar VÁRIAS adaptações pra dorama (e que, infelizmente, não consegui gostar de nenhuma) dessa obra. Sendo assim, vou apresentá-las rapidamente só a título de curiosidade:

 

Hanazakarino Kimitachihe (versão taiwanesa)

Hana Kimi

◊ Foi lançada em novembro de 2006 até março de 2007 ◊

◊ Possuí total de 15 episódios, com uma média de 90 minutos ◊

 

Hanazakari no Kimitachi e (1ª versão japonesa)

203fb80e7bec54e76b540c6eb9389b504fc26a01

◊  Foi lançada de julho até setembro de 2007 ◊

◊  Possuí um total de 12 episódios, com uma média de 54 minutos ◊

Pelo que eu vi por aí, parece que essa é a versão favorita dos fãs (os que dão conta de assistir os doramas de Hana-Kimi, no caso haha). Eu particularmente morro de vontade de ver, mas toda vez que começo o primeiro episódio, acabo desistindo. Bom, vai de cada um, há quem ame, então não custa nada dar uma chance caso sintam vontade de assistir. Acredito que esse dorama deve ser, pelo menos, engraçado:

(Pelo visto o ator do Nakatsu consegue segurar esse dorama nas costas)
  • Caso alguém se interesse, podem assisti-lo em português nesse canal AQUI (ainda to pensando se dou uma chance de novo, ou não, pra essa versão).

 

Hanazakari no Kimitachi e (2ª versão japonesa)

dorama 2011

◊ Lançada de julho até setembro de 2011 ◊

◊ Possuí um total de 11 episódios, com uma média de 54 minutos ◊

Esse é um remake japonês feito com um elenco completamente diferente.

 

To the Beautiful You (versão coreana)

01

◊ Foi lançada de agosto até outubro de 2012 ◊

◊ Possuí um total de 16 episódios, com uma média de 60 minutos ◊

Olha, não quero fazer juízo de valor, mas já fazendo, essa versão aqui é MUITO ruim. Eu achei péssima no geral, mas levando em conta o ponto de vista de uma fã do mangá, isso aqui não chega nem perto da história da obra original. Se quiserem assistir, fiquem à vontade, mas não se enganem pensando que vão se deparar com o mesmo enredo. Essa versão é no mááááximo baseada em Hana-Kimi.

Mesmo que eu tenha opinado, também não vou me estender, porque não tive paciência pra terminar de assistir (aproveito também pra pedir perdão por ter me exaltado de leve haha).

 

Como podem ver, todos os doramas são meio antigos mesmo (com exceção da “versão coreana” que é antiga, mas nem tanto), então já adianto que possa ser difícil encontra-los por aí.

Por mais que eu tenha feito uma propaganda bem ruim deles, não se sintam acanhados de conferirem por minha causa, gosto varia de pessoa pra pessoa, então podem ter uma opinião diferente da minha (mas se gostarem da versão coreana, desculpe não podemos ser amigos).

 

E assim, termino esse post por aqui. No fim acabou virando quase uma palestra, mas espero que tenham gostado! Hanazakari no Kimitachi E é uma história fantástica e que com certeza merece ser exaltada e panfletada, independente de quantos anos se passem~

main

 

 

-SEE YOU NEXT TIME☆

4 Respostas para “Hanazakari no Kimitachi E – Não deixe de sonhar alto!

  1. Nossa, eu já assisti a versão coerana do drama e não sabia que tinha outras versões, uma taiwanesa e uma segunda versão japonesa O.O
    Hum, entendi… eu assisti a coreana mas também não gostei. Então aquilo que eu assisti não era nem de longe fiel ao mangá, que coisa. Então vou dar uma olhada em outra versão. Qual a versão que você me indica?

    Curtido por 1 pessoa

    • Assim, não tive paciência pra assistir nenhuma delas… então fica meio difícil de indicar kkkkk Mas pelo que eu vi da reação do pessoal, acredito que a primeira versão do dorama japonês seja bem aceita pelo público c: (apesar de também não ser 100% fiel)
      Minha recomendação meeeeesmo é ler o mangá! Esse daí é só sucesso~

      Curtido por 1 pessoa

      • Ashuashua, entendi.
        Vou assistir essa versão japonesa e depois ler o mangá que a Xícara indicou, então vou colocar “Hanazakari no Kimitachi e” na minha lista de leitura 😉
        Tchau.

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s