EU INDICO: Taiyou no Ie! (House of the Sun)

Olá! Como vai? Tudo ótimo? Tudo bem?

 

Esse post surgiu por causa de um pedido inocente…

 

Sáh, me indica um shoujo

AMOOOORZINHO??

mao-laugh

Tinha que ser Taiyou no Ie! Na verdade, surgiram milhares de nomes na minha cabeça, mas tinha que ser Taiyou no Ie. Geralmente indico obras desconhecidas aqui, a grande maioria sequer foram citadas por outros sites ou blogs no Brasil (justamente porque faço questão de trazer coisas novas), estou escrevendo essa resenha com plena consciência de que

23_178

Mas bem, é um mangá muito lindo e dói meu coração pensar em ignorar essa indicação apenas porque “muita gente já indicou” e por isso, equivocadamente pensar: esse post não vai ser útil. Pra começo de conversa, eu criei isso aqui pensando que só eu leria meus posts – então acho que estarei no lucro se alguém ler e gostar.

Farei essa indicação valer a pena.

cats.jpg

SINOPSE
 Voltar no dia, aquele lugar era uma casa repleta de magia, um lugar onde você acabava sorrindo, mesmo se estivesse chorando. Certamente, um mágico deve ter vivido lá”,  assim eu pensava. O que uma criança pequena deve fazer quando sua mãe deixa seu pai por causa de outro homem? Ou quando seu pai se casa novamente e uma mulher que traz consigo uma criança de um casamento anteriorOu quando seu amigo vizinho de infância a convida para morar com ele?

 

FICHA TÉCNICA

Autora: Taamo| Status: terminado em 13 volumes (53 capítulos) | Demografia: Romance, Drama, Shoujo e Slice of Life| Publicado na: Dessert| 

 

Bom, agora que vocês sabem a sinopse e a ficha técnica, vamos para a análise da obra.

_

Sobre o enredo:

É muito delicado e precioso.

Certamente existem milhares de pessoas no mundo que não conseguem manter promessas ou que, momentaneamente, cometem erros graves. Quem não gostaria de voltar no tempo para resolver decisões erradas? Provavelmente muita gente, mas não existe esse tipo de opção no mundo real, por isso nós gritamos, sofremos e choramos…  muita vezes pelos erros dos outros.

O drama familiar disso aqui vai muito longe entre ser bom ou ruim, porque realmente toca forte nosso coração. Taiyou no Ie é um shoujo delicado demais, é aquele tipo de obra com uma espécie de máscara romântica que nos obriga a questionar coisas estranhas e buga nosso cérebro em certas horas.

montagem vdd.jpg

Taiyou no Ie é um romance focado bastante no lado familiar da história, o drama conjugal nesta obra é bem retratado. É o tipo de mangá que pessoas que não têm pais separados jamais irão entender por completo. Contudo, todo mundo que lê entende o quão dolorido é sentir certas coisas, afinal: a compaixão é um sentimento comum entre nós.

Eu li esse mangá 3 vezes e todas as vezes sinto uma espécie de incômodo. É inquietante e ao mesmo tempo, algo bonito? Não sei ao certo, mas na primeira vez fiquei realmente a deriva de perguntas relacionadas à minha “família”. E eu do fundo do meu coração acho que esse é um dos objetivos desse mangá, é questionar coisas esquisitas.

m1.jpg

Que Deus me perdoe, mas acho que no fundo nós não sabemos o que é de fato a felicidade. Grande parte das pessoas só sabem o que é a felicidade quando a perdem, o que é um enorme clichê da vida. Somos experts em identificar coisas que não gostamos e de evitar tudo aquilo que nos machuca, mas muito lerdos em dizer o que nos faz realmente feliz.

AH COMO SOMOS LERDOS NISSO…

Não é atoa que o mundo está cheio de livros e filmes para nos dizer coisas que não entendemos e abrir um pouco nossos olhos sobre relações humanas.

_

E o que Taiyou no Ie nos ensina sobre a vida?

Que a vida não é nada fácil, principalmente se seus pais são idiotas.

Erro são daqueles que acreditam que discernimento é sinônimo de idade. Muitas vezes as pessoas simplesmente vivem numa bolha e se fecham pro mundo quando algo dá errado e lógico: a culpa tem que ser da vida e de alguma divindade maior. Evidentemente, a culpa é nossa mesmo. Somos bons mentirosos – às vezes.

Mas perdoar é sensato?

d9a4b4010c12cbc8f96b8027ceb54873

Para pessoas orgulhosas, não. Para pessoas sensatas, sim. Eu sou uma pessoa orgulhosa em tratamento, mas a protagonista de Taiyou no Ie não. Ela é boa demais… às vezes dá vontade de pegar a Mao pra criar e dizer que vai ficar tudo bem, porque ela é boa e o mundo deveria ser bom com ela também. Clichê? Muito, mas mangás shoujos em certo grau são feitos de clichês – ainda bem, porque senão muita gente estaria chorando com finais desgraçantes.

Contudo, o mais legal dessa obra é que ela nos faz enxergar que a felicidade não é uma receita de bolo ou que sei lá… existe parâmetros para ser feliz? Isso é algo tão simples, mas a verdade é que as pessoas estão esquecendo cada vez mais a essência das coisas. Não se mede felicidade, não se compara sentimentos e sobretudo: não se martiriza relacionamentos novos com problemas passados. Felicidade, amor, confiança, reputação e sucesso não possuem fórmula exata ou secreta, esse tipo de coisa se constrói.

Parece que a gente tem um problema sério em entender que a vida não é uma caixinha pré moldada com escolhas 100% corretas ou erradas. Coisas boas acontecem. Coisas ruins também acontecem. Nós superamos. Superamos? Sei lá, nós damos um jeito.

Mas o que seria “dar um jeito” na visão de uma criança quando te forçam a acreditar que você não é necessária ou te prendem na realidade de que não é amada?

T2

Como uma criança conseguiria lidar com esse tipo de sofrimento? Que tipo de postura ela poderia ter? Será que ela cresceria acreditando que… não teria direito de sequer chorar?

 

“Uma garota que segura as lágrimas”

Essa foi a minha primeira impressão da Mao.

 

T1

Acredito que muita gente passa ou já passou por algo do tipo durante a vida. Esse sentimento de “insuficiência” é mortificante. E, ironicamente, a resposta de uma criança e de um adulto perante esse tipo de situação é a mesma: FORÇA. 

“Eu preciso ser forte”

Força é sinônimo de autocontrole, estabilidade emocional. Aliás, por que chorar é sinônimo de fraqueza? É porque chorando… admitimos as coisas que nos machucam, as coisas que nos incomodam, as coisas que queremos esquecer e as coisas que evidenciam nossos defeitos. Independente do que digam por aí, chorar é um dos poucos momentos que mostramos nitidamente o quão frágil podemos ser.

ShoujoScansTaiyou_no_Ie_Vol06_Cap23_023

E o paradigma que esse mangá quer quebrar é simples: é normal ser fraco. É normal de vez em quando depender dos outros e mostrar suas fraquezas sem filtros, fazer isso é algo natural e não… ninguém pode te dizer que você é ridículo por causa disso, porque esse tipo de atitude demanda muita coragem e confiança.

_

E o romance de Taiyou no Ie é bom?

É TERNO

SINGELO

E LINDO

Como eu já havia dito em uma resenha hateada por muita gente neste blog:

aaaaaaa

ShoujoScansTaiyou_no_Ie_Vol3_cap09_040.jpg

Vocês não têm noção do quanto o romance desse mangá é ingênuo e fofo. Como posso colocar isso em palavras: Taiyou no Ie transmite demais aquele sentimento lindo de carinho. Nós nos apegamos demais aos personagens, porque todos são desenvolvidos muito bem.

E o Hiro? Meu Deus! ISSO SIM QUE É HOMEM!

Esse personagem sabe fazer tudo, além de ter um coração enormeeeeee e apaixonante. Tá pra nascer um personagem mais compreensivo que ele. A relação que ele possui com a Mao é de longa data, o que facilita ainda mais o desenvolvimento da história.

Resumindo: se vocês por acaso virarem diabéticos, vai ser por causa desse mangá! GENTE, ISSO AQUI É DOCE DEMAIS!

Vai ter um momento que vocês vão pensar que esse ship é ilusão… e consequentemente mergulhar num mar de empatia por esses dois.

ShoujoScansTaiyou_no_Ie_Vol3_cap010_013

E vocês vão ficar lá se iludindo…

e pensando “MEU DEUS DO CÉU, SE BEIJEM LOGO”.

ShoujoScansTaiyou_no_Ie_Vol06_Cap23_032

MAS NÃO BASTA SE ILUDIR COM AS CENAS…

1t

NO CALOR DO MOMENTO, A GENTE SIMPLESMENTE ESQUECE…

2t

QUE LEITOR DE SHOUJO NASCEU PRA SER TROUXA.

ShoujoScansTaiyou_no_Ie_Vol3_cap012_004

Daqui até pro final do mangá eu lhes garanto uma coisa: podem preparar o coração e os risos. Esses personagens são muito carismáticos. Tem muitaaa cena de vergonha alheia e fofuras. Além disso, a comédia é muito boa. Morro de rir da relação de amor e ódio da Mao com o Daiki (irmão do Hiro). A Mao é muito sincera, daí é inevitável não rir das respostas que ela dá pro Daiki, tipo essa por exemplo:

ShoujoScansTaiyou_no_Ie_Vol05_Cap18_036

kkkkkkkkkkkk

Mas e aí, vale a pena ler Taiyou no Ie?

VALE SUPER A PENA!

O tamanho da fonte corresponde ao meu amor por esse mangá.

Como disse anteriormente, Taiyou no Ie já foi alvo de várias resenhas aqui no Brasil e não seria tão amado se não fosse bom. Para quem não leu: correee! Você não vai se arrepender. 

Uma coisa bacana que eu não comentei sobre Taiyou no Ie é que a gente consegue perceber nitidamente a evolução dos personagens. É como estar vendo bebês crescerem: crianças, adolescente e, surpreendentemente… adultos.

 

No mais: onde vocês podem ler?

Leiam em português AQUI

 

Ainda está em dúvida se deve mesmo ler? OH QUERIDO(A), NÃO FIQUE! Isso aqui é amor puro, só confere esse MMV lindo abaixo e se apaixone!

 

 

 

 

– See you space cowboy

Anúncios

4 Respostas para “EU INDICO: Taiyou no Ie! (House of the Sun)

    • Também amo demais esse mangá! O enredo é muito bem desenvolvido e os personagens são preciosos demais. Sobre a produção de um anime: acho bem difícil acontecer mesmo, mas espero que o mangá venha para o Brasil algum dia! ❤

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s