Indicação - mangá

FUMETSU NO ANATA E – O novo mangá de Yoshitoki Ooima (mangaká de Koe no Katachi)!

SEGUINTE, SE PREPAREM… PORQUE, GENTE

ISSO AQUI É UM

TIROOO !

5.jpgSe a mangáka de Koe no Katachi já tinha meu respeito, acho que ela conseguiu se superar.

Comecei ler Fumetsu no Anata e por influência das minhas pesquisas matinais no MyAnimeList. Para falar a verdade, eu comecei ler esse mangá ontem e cá estou eu fazendo um post sobre tal beldade.

Bem, espero que vocês gostem desta indicação súbita e deste post curtinho.

Ah… e de antemão, eu aviso: esse post não possui o intuito de mostrar spoilers, tentarei me conter ao máximo e provar à vocês que essa história vale a pena ser conferida.

Sinopse: 

Um ser imortal foi enviado para a superfície da Terra e encontra um rapaz que vive sozinho no meio da tundra.

O ser pode tomar a forma de coisas mortas, mas apenas se o “impulso” for mais forte do que o anterior. Que tipo de experiências e encontros serão enfrentados enquanto se vive para sempre? 

Ficha técnica:

Autora: Yoshitoki Ooima (História e Arte)| Status: Mangá em andamento no Japão| Demografia: Drama, Shounen, Supernatural| Publicado na: Shounen Magazine (Weekly) | MyAnimeList

Impressões:

Eu gostei muito deste mangá. 

Pela primeira vez, depois de muitos anos, surgiu um enredo que me interessou logo de cara. Gosto de ler sinopses para saber mais ou menos o que lerei, daí quando li a de Fumetsu no Anata e“Meu Deus, que negócio louco.”

É comum alguns mangákas retratarem a dor da imortalidade. A questão é que alguns fazem isso de uma maneira bem rasa e outros de uma maneira bem foda (Akatsuki no Yona feelingssss….). Contudo, a proposta deste mangá de Yoshitoki Ooima trata-se de algo além da fronteira da imortalidade. 

Fumetsu no Anata e é uma obra sobre aprendizado e morte.

Na verdade, eu acho que esse mangá possui outra coisa embaçada nas entrelinhas. Seria autodescobrimento? O que torna humanos seres bons ou ruins? Qual o jeito certo de lidar com decisões? Aliás, existe jeito errado? O que a dor proporciona em experiências? O que as pessoas levam de importante para a vida? O que…

7

O enredo é chamativo, mas a ideologia por trás da história é muito mais.

Eu não sei por qual motivo consideram este mangá como shounen, porque no meu humilde ponto de vista: isso é seinen – e dos bons.

Como vocês já sabem: o personagem principal é um ser imortal que vai adquirindo forma de coisas/pessoas/animais ao longo de sua jornada na Terra. Inicialmente, parece uma coisa meio maluca… mas conseguem imaginar uma bola tomando forma de coisas aleatórias? Um ser absolutamente sem consciência? É praticamente como ver um bebê crescer. O personagem principal, cujo nome é Fushi, vai adquirindo experiência a cada ciclo com pessoas diferentes. E é exatamente nesse tipo de experiência que ele aprende o significado de morte.

Afinal, o que é a morte para um ser imortal?

8

(Será?)

E o que é a morte para seres mortais?

9

“AH… EXISTEM PONTOS DE VISTAS DIFERENTES”

Na minha visão de leitora, é neste momento que o mangá começa brilhar: quando há questionamentos. Digo isso focando tanto no papel dos personagens secundários, como do Fushi sobre sua própria existência – que até então não fora revelada completamente. 

Eu gosto desse tipo de conflito ideológico. E quando os personagens, juntamente com nós mesmos (leitores), começamos questionar o direito à vida justificando “decisões” através de pensamentos fundados em ignorância, direitos, ambição, inocência, ganância e… justiça, a mangaká simplesmente joga isso aqui:  

11

O negócio é que, sem perceber, a gente incorpora num papel que não é nosso. O papel de Deus. Eu achei isso uma coisa muito legal de ser abstraída e sintetizada. Além disso, o próprio Fushi aprende o significado de importância da existência (humana e não-humana) através de ambas: vida e morte.

Mas enfim: com o avanço do enredo, as coisas vão ganhando novos horizontes. Novos personagens surgem e vilões também – que, aliás, foi algo que não gostei muito. Como posso dizer: eu pensei que Fushi e os vilões fossem parte de uma coisa muito maior do que foi apresentada. Talvez esteja subestimando um pouco esse mangá neste quesito? Bem, espero que as explicações consigam me convencer e cativar, porque até então… serei sincera: achei a explicação muito fraca para um enredo tão bom.

.

No mais, é isso! Espero que tenham gostado da indicação e leiam o mangá!

Já tem +30 capítulos traduzidos para o português, vocês podem ler AQUI! 

OBS: eu costumo colocar o link das scans que traduzem os mangás que indico aqui para divulgar o trabalho das scans. Porém, esse mangá possui um histórico muito estranho… ele é projeto do Abnormal Scanlator, Kyodai Scans e Potrinho Alegre Scans. Então, leiam por onde acharem melhor.

.

CURIOSIDADE: 

Fumetsu no Anata e já foi publicado na Espanha por uma editora chamada Milk Way Ediciones. A capa tá lindona, a contracapa tá lindona e meu Deus… que tipografia espetacular! Viz Media tá precisando tomar umas aulas com essas editoras espanholas, porque vou te contar: essas edições estão dignas da versão japonesa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

(Imagens tiradas de um blog espanhol chamado Blog Visual)

Bateu até uma invejinha e vontade de comprar, não é mesmo?

Tomara que alguma editora brasileira pegue este mangá para ser publicado. Antes seria impossível pensar na publicação de mangás deste estilo aqui no Brasil, mas depois de novas editoras como DarkSide e Devi adentrando no universo otaku… Por que não? Nada é mais impossível.

– See you space cowboy

Um comentário em “FUMETSU NO ANATA E – O novo mangá de Yoshitoki Ooima (mangaká de Koe no Katachi)!”

Comenta aí, meu povo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s